quarta-feira, 10 de março de 2010

MAR SONORO



Mar sonoro, mar sem fundo, mar sem fim.

A tua beleza aumenta quando estamos sós

E tão fundo intimamente a tua voz

Segue o mais secreto bailar do meu sonho

Que momentos há em que eu suponho

Seres um milagre criado só para mim


Sophia de Mello Breyner Andresen

3 comentários:

Leyla Rodrigues disse...

Magnifico adorei estar aqui por momentos....

EDUARDO POISL disse...

Desculpa minha falha queria amiga, mais já estou seguindo teu lindíssimo blogger.
Abraços com carinho

ctzkm disse...

Olá!
Adorei e convite para visitar seu blog.
Parabéns, ele está lindíssimo!
Muito sucesso e bjins.