sexta-feira, 26 de novembro de 2010

COISA TUA

Alice Ruiz

Assim que vi você

logo vi que ia dar coisa
coisa feita pra durar,
batendo duro no peito
até eu acabar virando
alguma coisa
parecida com você.
Parecia ter saído
de alguma lembrança antiga
que eu nunca tinha vivido,
mas ia viver um dia
alguma coisa perdida
que eu nunca tinha tido
alguma voz amiga
esquecida no meu ouvido.
Agora não tem mais jeito,
carrego você no peito
poema na camiseta
com a tua assinatura
já nem sei se é você mesmo
ou se sou eu que virei alguma coisa tua.


Alice Ruiz

2 comentários:

Chica disse...

GOSTO MUITO DO POEMAS DE ALICE !

LINDO TEU BLOG E VIM AGRADECER TEU CARINHO E VISITA!

BEIJOS,TUDO DE BOM E TAMBÉM ADORO A AMIGA SONIA SILVINO!

BEIJOS ÀS DUAS,CHICA

Lara Vic. disse...

bem legal!
Olha, vou parar por aki os coments, mas saiba que agg sigo seu blog e vou sempre dar uma espiadela!
Vc está de super parabéns! eu amei esse lugar!
beijos!