sábado, 18 de dezembro de 2010

A MAGIA DE UMA CHAVE



Chego hoje ao meu aconchego,
a chave na mão me transporta,
meu canto, espaço e ninho,
aqui não me pedem respostas.

Não me permito perguntas

(questionamentos não importam),
eu vivo livre sem culpas
e, às vezes, batem à porta.

Batendo eu abro sem medo

Esperando que um dia qualquer
O abraço seja infindo,
o amor me traga abrigo,
E a chave?
- Vou jogar fora!

Rogoldoni

2 comentários:

Chica disse...

Sempre tudo lindo aqui,Sél! um beijo ,lindo fds,chica

Lara Vic. disse...

haushuahsuahuss
eu ri
achei mto lindo!
e a imagem tbm!