segunda-feira, 27 de junho de 2011

AGORA OUÇAM


Agora ouçam, amantes, meus amigos:
O amor é uma coisa preciosa;
Não agracia a todos.
O amor é uma coisa decorosa.

Ele faz montes de cinza das colinas,
Nos corações, rastros de chamas,
Transforma sultões em vassalos -
O amor é uma coisa corajosa.

O homem golpeado pela seta do amor
Primeiro, não sente nenhuma dor nem tristeza,
Entretanto, lamenta e grita com aflição:
O amor é um coisa torturante.

Faz o mar enfurecer-se e ferver,
Arremessar ondas enormes em tumulto,
E faz pedras falarem da terra:
O amor é uma coisa vigorosa.

Yunus, o místico, está indefeso;
Ninguém compartilha sua angústia.
Seu banquete é a carícia do Amigo:
O amor é uma coisa deliciosa.


Yunus Emre

Um comentário:

Mila disse...

Amar nos causa tantas emoções que de repente ele torna-se culpado de todos os nossos lamentos, enqnto na verdade nós é que não sabemos suportar um sentimento tão sublime no peito...
Bjsssss Linda!