terça-feira, 17 de agosto de 2010

IMPERFEITINHA



Sou movida a paixão

E aos impulsos da vida

Tenho o coração cigano

e uma alma colorida

Tenho na boca o mel

Que adoça o meu sorriso

Na bagagem levo flores

e histórias de improviso

Tenho nas mãos o destino

Que não ouso compreender.

Das glórias trago as vitórias

De todo o meu viver.

Sou minha auto ajuda

Meu manual de instrução

O botão de liga e desliga

Das peripécias do meu coração.

Sou o meu antes e o meu depois,

Assim como o momento de agora.

Da minha vida sou dona,

E do meu relógio sou hora.

Sou feliz por ser quem sou,

Com todos os meus defeitos.

Imperfeitinha criação,

Do Ser mais que perfeito.


Mell Glitter

6 comentários:

Sônia Silvino disse...

Imperfeitinha? É relativo! Quem disse que precisa ser perfeita, não é mesmo? Precisamos é ser felizes!
Beijos, minha linda Sél!

Nina disse...

Amei seu blog. Parabéns! Sua poesia é maravilhosa!!
Passei a ser seguidora fanática do seu blog.

Se quiser dar uma passadinha no meu blog, fique a vontade!

http://tekiero-love.blogspot.com/

Oswaldo Antônio Begiato disse...

Oi Selma,

Sua presença no meu blog sempre me enche o coração de alegria.
Vir aqui no seu então, nem se fale.

Obrigado pelos elogios, embora eu os ache exagerados.
Obrigado, sempre..
bjos.w

Paulete disse...

"Ter um verdadeiro amor é encontrar em alguém o fim de uma procura; é renascer estando vivo, para, juntos, propagarem o infinito mistério das gerações!"

Selma parabéns pelo texto e um bom fim de semana.
Bjkas

Sônia Silvino disse...

Sél queriiida!
Tenha um lindo final de semana!
beijinhos!

REGGINA MOON disse...

Sél querida,

Saudades de passar por aqui...lindo esse poema de Mell..uma ótima escolha, em uma linda postagem!

Grande beijo e boa semana!

Reggina Moon