domingo, 27 de março de 2011

É DURO TER CORAÇÃO MOLE



Por favor

não me aperte tanto assim

tenha cuidado, pega leve

olha onde pisa

isso é meu coração

meu ganha-pão

instrumento de trabalho,

meio de vida, profissão

meu arroz com feijão

meu passaporte
para qualquer parte
para qualquer arte

não machuque esse meu coração

preciso dele
para me levar a Marte
sem sair do chão

não me aperte

não machuque

tome cuidado

eu vivo disso

poesia, sonhos

e outras canções

sem emoção

morro de fome

sinto muito

mas não há nada

que eu possa fazer

sem coração
.

Alice Ruiz

2 comentários:

Juliana Carla disse...

Olá!

Deu até medo de tocar nos versos. Quanta delicadeza! Mas, existem pessoas que nem em palavras são capazes de serem plumas.

Bjuxxxx e xerooo

Milton disse...

Olá Sel!
Que bom que você foi ao meu blog e gostou. Também gostei bastante do seu. Aliás, apesar do meu ser de variedades, uma verdadeira "Salada de Frutas" gosto de blogs intimistas, poéticos. Voltarei mais por aqui, tenha certeza.
Beijo carinhoso!